segunda-feira, 26 de setembro de 2011

CRONOLOGIA DOS CAPÍTULOS DE DANIEL

A visão de Daniel no capítulo 8 (mais especificamente Dan. 8:14) e a explicação do anjo Gabriel na profecia do capítulo 9 (Dan. 9:24-27).

Quando Daniel recebeu a visita do anjo Gabriel, que já o havia visitado à mais de 10 anos atrás (cap.8), Babilónia já não existia como um império mundial, de forma que os eventos do capítulo 9 provavelmente ocorreram entre os eventos do capítulo 5 e 6 de Daniel.
É difícil precisar se Daniel recebeu a explicação do cap.9 antes ou depois da experiência na cova dos leões. Mas de qualquer forma, os eventos do cap.6 e 9 estão muitíssimo próximos. Analisando estes eventos dentro do contexto do conflito entre o bem e mal, e tentando decifrar os bastidores deste conflito, acredito que a cova dos leões foi uma tentativa desesperada do diabo em dar cabo da vida de um profeta que recebeu (ou receberia) de Deus a chave para compreensão de uma das mais importantes profecias. É aquilo que chamamos de “queima de arquivo”! Satanás sabia o quão importante seria a compreensão desta profecia para o povo de Deus futuramente, por isso não mediu esforços para destruir a vida do idoso profeta responsável por receber e transmitir este conhecimento.

Particularmente, acredito que existe um interessante e revelador vínculo entre acontecimentos do capítulo 6, que relata a insistência de Daniel em orar apesar do decreto do rei (Dan. 6:10), com os acontecimentos do capítulo 9, que relata o seu empenho em buscar a Deus com oração e jejum (Dan. 9:3). É bem provável que
o período em que Daniel buscava a Deus com oração e jejum seja praticamente o mesmo em que aconteceram os fatos que o levaram à cova dos leões. Interessante, não?
O Contexto do capítulo 9
Terminamos o capítulo 8 com Daniel impressionado com a visão que não havia entendido. Suas dúvidas eram muitas: O que significaria 2.300 tardes e manhãs para que então o santuário pudesse ser purificado? Será que o Senhor está dizendo que este seria o tempo que levaria para que o santuário fosse reconstruído novamente? Será que o povo de Deus ficaria ainda no cativeiro por mais 2.300 dias (ainda mais 6 anos e 4 meses), ou o pior, por mais 2.300 anos?

Com todas estas dúvidas, Daniel se dedicou a estudar os escritos de Jeremias, pois lhe parecia que o Senhor havia revelado para este profeta um período bem menor. Daniel sabia que o Senhor havia dito a Jeremias:

“Toda esta terra virá a ser ermo desolado, e estas nações servirão ao rei de Babilônia setenta anos. Mas quando cumprirem os setenta anos, punirei o rei de Babilônia e a sua nação, a terra dos caldeus, castigando a sua iniqüidade, diz o Senhor, e farei deles desolações perpétuas.” Jeremias 25:11-12.

“Assim diz o Senhor: Certamente que passados setenta anos em Babilônia, atentarei para vós, e cumprirei sobre vós a minha boa palavra, tornando-vos a trazer a este lugar.” Jeremias 29:10.

No início do capítulo 9 Daniel relata que havia entendido que o cativeiro seria de 70 anos:
“No primeiro ano de seu reinado, eu, Daniel entendi pelos livros que o número de anos, de que falou o Senhor ao profeta Jeremias, que haviam de transcorrer sobre a desolação de Jerusalém, era de setenta anos.” (verso 2)

Quando Daniel chegou à conclusão acima, já haviam se passado cerca de 68 anos de cativeiro babilônico (605 a 538 a.C.). De acordo com a revelação de Deus ao profeta Jeremias, faltavam aproximadamente só mais dois anos para o fim do cativeiro.

Mas se estava bem claro que o Senhor havia revelado ao profeta Jeremias que o cativeiro seria de 70 anos, por que agora ele havia recebido uma visão que falava de 2.300 tardes e manhãs para que o santuário fosse purificado? Estaria o Senhor aumentando o tempo de cativeiro em função da falta de arrependimento do povo de Israel?

Com estas dúvidas e temores na cabeça, Daniel resolve buscar ao Senhor com oração e jejum. Vemos que o teor de sua bela oração (uma das mais belas de toda a Bíblia) é basicamente de confissão, arrependimento e súplica por misericórdia. Daniel conclui com um dramático pedido:

“Ó Senhor, ouve! Ó Senhor, perdoa! Ó Senhor, atende-nos e opera sem tardar! Por amor de Ti mesmo, ó Deus meu, porque a Tua cidade e o Teu povo se chamam pelo Teu nome.” (verso 19)

Seu pedido era: “Senhor, atende-nos e opera sem tardar!”. Em outras palavras: “Senhor, não atrase mais os seus planos para com o Seu povo”. Foi neste contexto que o poderoso anjo Gabriel foi enviado, ainda quando Daniel estava orando, para lhe fazer entender corretamente a questão do tempo que o martirizava.

O vínculo entre os 2.300 dias proféticos do cap.8 e a explicação de Gabriel no capítulo 9 é tão obvio, natural e direto, que chega a causar espanto quando vemos os demais cristãos querendo insistir que não existe nenhum vínculo.

Separar a visão do capítulo 8, mais particularmente a questão do tempo que não havia sido entendida, torna completamente sem sentido a explicação que Gabriel veio dar no capítulo 9. Ele estaria explicando o que? O cap.9 não apresenta qualquer tipo de visão que justifique uma explicação posterior. É mais do que lógico entender que a explicação só pode referir-se à questão das 2.300 tardes e manhãs na visão do capítulo 8.

As evidências diretas e indiretas que comprovam esta conclusão são muitas:

1) O anjo que havia começado a explicação da visão no capítulo 8, é o mesmo que aparece no capítulo 9 para continuar a explicação (comparando com Dan. 8:16 percebemos que a missão do anjo Gabriel sofreu um fracasso momentâneo, e por este motivo ele volta para completá-la);
2) A missão de Gabriel é a mesma: Fazer Daniel entender a visão (comparar Dan. 8:16 com Dan. 9:22 e 23);
3) A raiz hebraica (bin) para o verbo traduzido como “entender” em Dan. 8:27 é a mesma usada em Dan. 9:22;
4) Daniel menciona claramente a última visão (cap.8) em Dan. 9:21;
5) O momento que o anjo chegou, ou seja, “na hora do sacrifício da tarde”, é mencionado tornando o vínculo com a expressão “2.300 tardes e manhãs” ainda mais forte;
6) Daniel não havia entendido (Dan. 8:27) e agora o anjo vem explicar (Dan. 9:22 e 23);
7) Daniel estava preocupado com a questão do tempo, e é este justamente o assunto que trata a explicação do anjo em Dan. 9:24-27 (uma profecia de tempo);
8) A palavra em hebraico utilizada em Dan. 8:26 para a parte da visão que se refere ao tempo é MAR’EH, a mesma palavra usada pelo anjo quando diz a Daniel: “Entende a visão (mar’eh)” em Dan. 9:23;
9) Gabriel utiliza-se da mais clássica linguagem do santuário (Dan. 9:24) com o propósito de explicar a Purificação do Santuário de Daniel 8:14;
10) O já comprovado método do paralelismo entre as visões do capítulo 2, 7 e 8, exige que da mesma forma que temos nos capítulos 2 e 7 uma visão com sua correspondente explicação de tudo que foi mostrado, também a visão do capítulo 8 precisa ser totalmente explicada (no cap.8 faltava a explicação da revelação do verso 14).

Mais lógico, óbvio e claro que isto impossível! Os evangélicos que me desculpem, mas para separar o capítulo 8 do 9 precisam desconsiderar todas estas fortíssimas evidências, e consequentemente distorcer as Escrituras.

“A visão de Daniel 9 está claramente ligada a uma parte da visão de Daniel 8, os 2.300 dias.” (negrito acrescentado para ênfase).

O responsável pelos comentários adicionais da lição foi no embalo e repetiu o mesmo erro ao escrever o esboço na pág.75:

“A visão de Daniel 9 está intimamente relacionada com a parte da visão de Daniel 8 a respeito dos 2.300 dias.” (negrito acrescentado para ênfase).

Todos nós sabemos que Daniel 9 não contém nenhuma visão. Inclusive o próprio autor da lição deixou isto bem claro:

“Em Daniel 9, não houve visão, mas só explicação do que não tinha sido explicado em Daniel 8.” (pág. 72).

Ao invés de nos referirmos ao conteúdo profético de Daniel capítulo 9 como a “visão de Daniel 9” seria muito mais adequado falarmos na “explicação de Daniel 9”.

Pequenos detalhes, porém importantes para uma correta compreensão do todo.


Vínculo inquestionável

1 comentário:

  1. Olá, gostei muito de ler este estudo, mas no quadro que apresenta não estão os capítulos 10, 11 e 12 através do tempo. Seria possível enviar as datas desses capítulos?

    Obrigado

    Lucia

    ResponderEliminar